Reinke

Notícias

produto

Mapa anuncia R$ 700 milhões para o seguro rural

25/09/2013

Para a safra 2013/2014, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) anunciou R$ 700 milhões para o seguro rural. Parte será repassada às seguradoras até o fim deste mês. Apesar do volume de recursos, os produtores reclamam que a contratação do serviço não garante proteção para grandes problemas, como pragas e doenças. Na última safra, só a lagarta helicoverpa provocou prejuízos de R$ 10 bilhões nas lavouras de soja e de algodão. 

Diante do problema, os agricultores brasileiros já sabem: terão que arcar com as perdas nas plantações. Porque o seguro rural, criado há oito anos pelo governo federal, cobre apenas prejuízos provocados por eventos climáticos. Para a assessora técnica da Confederação Nacional da Agricultura (CNA), Rosemeire Cristina Santos, o serviço não cumpre o principal objetivo, e a maior prova é que apenas 18% da área cultivada no país estão protegidas. “Nós não temos análise de risco no Brasil e nem estudos que levem a desenvolver produtos para as pragas. Então, não tem possibilidades de seguro que podem ser desenvolvidas, porém, a gente esbarra na questão das informações”, salienta.

Todos os produtores podem contratar o serviço, nas seguradoras credenciadas, através do Proagro e do Programa de Subvenção ao Prêmio do Seguro Rural (PSR). O valor máximo assegurado é R$ 300 mil. Para esses dois o programas, o governo federal concede subsidio de até 60% do valor do prêmio, dependendo da localização da área cultivada. Atualmente, Paraná, Rio Grande do Sul, Goiás e o oeste da Bahia são regiões consideradas prioritárias.

Fonte: Canal Rural

valtar
© 2014 - Reinke
BR158, Km157,5 - Distrito Industrial - CEP 98280-000 - Panambi/RS - Brasil
Fone/Fax: +55 55 3375-4358

desenvolvido por Matias