Reinke

Notícias

produto

Calor e estiagem afetam lavouras de grãos argentinas

31/12/2013
As elevadas temperaturas na Argentina fazem de dezembro o mais quente dos últimos 107 anos, com temperaturas mínimas de 36ºC, o que coloca em risco os cultivos de soja e de milho. Segundo relatório da Bolsa de Cereais de Buenos Aires, as lavouras, que precisam de chuvas abundantes nesta etapa de desenvolvimento, se encontram em estado crítico por causa da onda de calor. Os técnicos da bolsa informaram que até mesmo a soja, que tem maior margem de tolerância à estiagem e ao calor, já começa a sofrer danos. O Serviço Meteorológico Nacional (SMN) prevê chuvas, mas não suficientes para evitar uma quebra da safra, especialmente para o milho. Por enquanto, a bolsa mantém as estimativas de uma área de 20,45 milhões de hectares de soja e de 3,3 milhões de hectares de milho. Nas principais áreas produtoras, nas províncias de Buenos Aires, Córdoba, Santa Fe e Entre Rios, as lavouras estão em boas condições. No norte do país, contudo, um porcentual importante das plantações apresenta classificação entre regular e ruim, segundo destacou o relatório.
valtar
© 2014 - Reinke
BR158, Km157,5 - Distrito Industrial - CEP 98280-000 - Panambi/RS - Brasil
Fone/Fax: +55 55 3375-4358

desenvolvido por Matias